Se você quer saber como ganhar dinheiro investindo pouco, não precisa se preocupar: é possível, sim. É claro que você não vai transformar 50 reais em 50 mil em alguns meses, mas você consegue aumentar seu valor inicial de forma bem significativa.

A melhor pedida é que você invista no Tesouro Direto, como dissemos no artigo “Como investir seus primeiros 100 reais”. Investir no Tesouro Direto

significa comprar títulos para investir no Governo Federal, ajudando-o a pagar a dívida pública. Ou seja, você está emprestando dinheiro ao país. É uma boa pedida não apenas para ganhar dinheiro, mas porque você o faz enquanto investe em seu país.

Faremos aqui um passo a passo, desde o começo, para você saber como investir e ganhar dinheiro com isso.

1 – Junte dinheiro

Antes de mais nada, você deve juntar um pouco de dinheiro. Economistas sugerem que você guarde uma quantia por um tempo de 3 a 12 meses. Não precisa ser um monte! E se você tem dificuldade em economizar, eis algumas dicas.
Você pode separar uma quantia semanal. R$10 guardados por semana pode não parecer muito, mas ao longo de um ano você terá um pouco mais de R$500. Juntar dinheiro é essencial, pois te dá mais opções na hora de investir, e ainda garante uma reserva.
Se você tem R$100 e quer investir, por que não esperar somar R$200? Mas isso não é uma regra. Se quiser investir ainda menos de R$100, você pode. Afinal, o Tesouro Direto tem o grande diferencial de permitir investimentos a partir de R$30.

2 – Pesquise o melhor título para você

Existem vários títulos do Tesouro Direto, com características diferentes. Entre essas características estão datas de vencimento, valor de mercado, modalidade (tradicional ou programado) e, principalmente, o comportamento do título.
O comportamento se refere à volatilidade do título. Ou seja, quão estável ele é. Embora nenhum título do Tesouro Direto seja realmente volátil, eles se diferenciam. No Tesouro Selic, por exemplo, é quase impossível de se perder dinheiro.
Veja bem as diferenças entre títulos prefixados e os pós-fixados.

3 – Escolha seu título – mas ainda não invista!

Leia bastante sobre os títulos diferentes, pesquise pela internet. Existem simuladores que mostram, baseados nos valores e taxas de juros do dia atual, como seriam seus ganhos de acordo com valor investido, data de vencimento e título escolhido. Você consegue ter uma boa ideia de mais ou menos quanto pode ganhar.

Se ainda assim sentir dificuldade, tente o Orientador Financeiro do Governo Federal. É um questionário que, ao respondê-lo com o que tem em mente para investir, aponta as melhores opções para suas necessidades. Veja se ele fica de acordo com suas escolhas e pondere mais uma vez.

4 – Se não tiver conta em branco, abra uma

Se está procurando como ganhar dinheiro por meio de investimentos, você deve ter conta. Caso não tenha, chegou a hora.
Os únicos requisitos para investir no Tesouro Direto são possuir um CPF e uma conta bancária. Se por algum acaso você não é correntista, mude isso já – vá ao branco de sua preferência e abra uma conta.

5 – Escolha seu agente de custódia

Agora você deve escolher um agente de custódia. Ou seja, escolha um banco ou corretora que fará o intermédio de tudo o que você fizer de transação com o Tesouro Direto. Vale lembrar que não é qualquer banco ou corretora que estão habilitados. Você deve pesquisar e ver se sua escolha é apta.Também não se esqueça de que talvez haja uma taxa de custódia para pagar por essa intermediação. Mas não se preocupe, as taxas costumam ser baixas. Veja como cada agente cobra, pois seu parâmetro de escolha pode ser pela taxa mais em conta. Alguns nem sequer a cobram.
Você deverá abrir uma conta nessa instituição para poder efetuar transações com o Governo. Lembre-se de ver bem quais documentos o agente de custódia exige.

6 – Finalize o cadastro

Você vai ter agora uma senha da BM&FBovespa para acessar a área restrita do Tesouro. Isso significa que você já pode ser considerado um investidor habilitado e pode começar a investir quando bem entender!

É bom que você troque sua senha provisória por uma pessoal, difícil de descobrir e fácil de lembrar. Assim você garante sua segurança.

7 – Invista!

Já certo de seu título de escolha e de seu valor, agora basta investir. Você pode escolher três formas distintas de fazer seu investimento.

• Uma delas, a menos prática, é usando sua agência de custódia escolhida. Você os autoriza a negociar os títulos no seu nome, e eles fazem por você. Mas pode ser que a sua instituição escolhida não ofereça esse serviço.

• Algumas dessas agências incorporaram o site do Tesouro ao seu site oficial. Assim, acessando sua conta via internet, você consegue, dentro dela, acessar a área restrita do Tesouro.

• A terceira forma é fazer seu investimento diretamente no site do Governo. Lá você pode programar compras, vender e comprar no ato, ver seus investimentos e também seu extrato.

Pronto! Agora você já saber como proceder e, se quiser investir um novo valor, basta seguir os passos 2,3 e 7. Quando estiver bem avançado e compreender bem os investimentos, pule o terceiro.

Lembre-se de planejar bem. Quando retirar seus rendimentos, procure planejar-se bem para reinvesti-los e ganhar ainda mais. Conforme você ganha mais experiência – e dinheiro -, pode cogitar valores maiores em investimentos de maior volatilidade e, claro, maior rentabilidade também.

Como ganhar dinheiro investindo baixos valores